Sessão na Câmara debateu a Santa Casa

Através de uma solicitação do vereador João Farias (PRB), para que os diretores explicassem suposta negligência em atendimento, Valter Curi, provedor da Santa Casa de Araraquara, participou de uma sessão extraordinária na Câmara Municipal na tarde desta quinta-feira (21).
O requerimento foi apresentado no mês de junho, solicitando que funcionários e diretores da Santa Casa apresentassem explicações sobre a suposta negligência no atendimento à paciente Indianara Naiara Ruas Martin, de 24 anos, que teria aguardado por exame entre as 7h00 e 16h30 do dia 14 de junho, com um perigoso quadro clínico de infecção. Ainda segundo o requerimento, após ser constatada a gravidade do quadro médico da paciente no Hospital São Paulo, Indianara foi conduzida à Santa Casa, onde foi submetida a um procedimento cirúrgico em caráter de “extrema urgência”.
Segundo Valter Curi, o maior problema da Santa Casa é a falta de dinheiro. Mesmo com essa situação, há um esforço da direção da unidade para a readequação da estrutura. “Aos poucos ela está melhorando, mas não dá para a Santa Casa sobreviver apenas dos repasses do Sistema único de Saúde (SUS)”, afirmou Curi.
“Sem dinheiro é difícil, quem está trabalhando na Santa Casa está se doando por causa da falta de dinheiro”, relatou o vereador Lapena.
Como ponto positivo, o provedor apontou a parceria do hospital com o Centro Universitário de Araraquara (UNIARA), onde cerca de 140 alunos do curso de medicina fazem atendimento. Além disso, foram contratados outros 10 residentes, para assegurar o atendimento médico da instituição.
“Infelizmente, o caso da Indianara foi um equivoco”, lamentou Curi.

Portal Araraquara Hoje

Criado com a intenção de unificar as notícias mais importantes de Araraquara, região, Brasil e mundo.Créditos da imagem: Núcleo de Artes Visuais de Araraquara